fbpx

Tudo o que você precisa saber sobre cuidados paliativos

29. novembro .2021

Tudo o que você precisa saber sobre cuidados paliativos

A palavra paliativo tem com significado o que serve para paliar, remédio, tratamento ou cuidados que não cura, mas mitiga a doença ou o sofrimento causado por ela e, ainda, é um recurso para atenuar um mal ou adiar uma crise, segundo o Dicionário Priberam de Língua Portuguesa.

Geralmente, quando se fala em medicina, é comum escutar o termo cuidados paliativos ligado à finitude de vida. Porém, a realidade é outra. Cuidados paliativos podem ser indicados a partir do diagnóstico de uma doença crônica ou que ameace a continuidade da vida e tem como objetivo promover a qualidade de vida dos pacientes e seus familiares pela prevenção e alívio do sofrimento. A relevância está em não quanto a vida dura, mas na qualidade que se tem.

Para esclarecer mais sobre cuidados paliativos, preparamos um conteúdo especial sobre o assunto com a geriatra especialista em cuidados paliativos Gisele dos Santos, do Valencis Curitiba Hospice. Segundo ela, primeiro é preciso desmistificar que cuidados paliativos estão diretamente ligados à terminalidade. Ainda, cita Dra. Gisele, “cuidados paliativos são muitas vezes incompreendidos e algumas pessoas acreditam em coisas que não são verdadeiras”.

Se eu precisar de cuidados paliativos, isso significa que terei que ir a um hospital?
Mito. Os cuidados paliativos podem ser realizados em consultório, domicílio, instituição de longa permanência, hospital e em hospice. O local onde o cuidado é realizado dependente não apenas do momento da trajetória da doença, mas também do acesso aos recursos necessários para o controle dos sintomas e do desejo/valores da pessoa. Por exemplo, quando a pessoa vivencia o início da doença, tem poucos sintomas e esses não são intensos o manejo é em consultório, porém se em qualquer momento os sintomas forem intoleráveis será indicado o internamento para adequar o tratamento e posteriormente retornar ao cuidado em consultório. Já na fase mais avançada doença, quando existe dificuldade de mobilizar a pessoa, o mais indicado é o atendimento em domicílio, se houver acesso as medicações necessárias e, idealmente, de acompanhamento multidisciplinar, ou em internamento hospitalar ou em hospice.

Posso receber cuidados paliativos em uma variedade de configurações, como hospice, por exemplo?
Verdade. O hospice é uma instituição de saúde voltada aos cuidados dos pacientes com doenças ameaçadoras da vida e que estão em fase avançada, em alguns casos pode receber pacientes em outros momentos da trajetória da doença para adequar o tratamento de sintomas. É um local que difere dos hospitais por ser mais flexíveis quanto à presença de familiares, animais de estimação, bem como quanto à alimentação e ao horário de higiene. Busca-se no hospice que a pessoa se sinta a mais próxima possível do conforto da sua casa, tendo uma equipe de saúde de apoio.

Se eu estiver em cuidados paliativos, isso significa que meus médicos desistiram e não vou mais receber tratamento ativo para minha doença?
Mito. O cuidado paliativo permeia toda a trajetória da doença devendo ser oferecido já ao diagnóstico e continuado até mesmo após o falecimento da pessoa com o acompanhamento do luto dos familiares. Cuidados paliativos é trazer vida aos dias, é controlar os sintomas para que a pessoa possa se manter o mais ativa possível. Por exemplo, algumas vezes a pessoa pode apresentar efeitos colaterais das medicações prescritas para o tratamento da doença e a equipe de cuidados paliativos pode auxiliar na redução desses sintomas, permitindo que esse momento seja mais leve.

Posso receber cuidados paliativos juntamente com tratamentos para minha doença, como quimioterapia e radioterapia?
Verdade. O ideal é que o médico especialista da doença que você enfrenta e a equipe de cuidados paliativos andem ao seu lado ao longo de toda a trajetória da doença. No início podem existir mais medidas direcionadas ao tratamento da doença e menos intervenções da equipe de cuidados paliativos e ao longo da trajetória da doença seus tratamentos serão adequados de acordo com os seus valores e desejos em um movimento conjunto da equipe de cuidados paliativos e o médico especialista na doença que você enfrenta.

Ter cuidados paliativos significa que vou morrer em breve?
Mito. O cuidado paliativo busca trazer vida para seus dias, permitir que possa vivê-los de forma que seja significativa para você, desde o diagnóstico até o momento da morte. Algumas pessoas enfrentam doenças ameaçadoras da continuidade da vida, como o câncer, curam-se da doença, mas ficam com alguma sequela relacionada ao tratamento e permanecem em acompanhamento com a equipe de cuidados paliativos para melhor controle desses sintomas.
Essa situação de considerar que os cuidados paliativos estão relacionados a uma pequena expectativa de vida é comum, mas precisamos mudar essa percepção. A equipe de cuidados paliativos acompanha a pessoa e sua família desde o diagnóstico até o momento do desfecho, que pode ser tanto a cura quanto a morte.

Algumas pessoas recebem cuidados paliativos durante anos, enquanto outras receberão cuidados nas últimas semanas ou dias?
Verdade. Ainda é muito comum as pessoas serem acompanhadas tardiamente pela equipe de cuidados paliativos, isso é consequência do desconhecimento tanto dos profissionais quanto da população. Quanto antes a equipe inicia o acompanhamento melhor, pois assim haverá mais tempo para que possamos conhecer seus valores e desejos e ajudá-lo a viver melhor esse período, que por vezes pode ser muito turbulento.

Se eu tiver cuidados paliativos, não serei mais visto por outros especialistas que conhecem minha doença em particular?
Mito. A equipe de cuidados paliativos caminha ao lado do médico especialista. Formamos um time para cuidar melhor de você e da sua família

Cuidados paliativos tratam apenas de dor e outros sintomas físicos?
Mito. A equipe de cuidados paliativos cuida de você e da sua família levando em consideração aspectos físicos, psicológicos, espirituais e sociais. Sempre atentando para sua biografia, para o que é importante para você, para os seus desejos e valores. O cuidado paliativo visa fornecer uma abordagem holística para oferecer a melhor qualidade de vida possível.

Cuidados paliativos não são para familiares e amigos?
Mito. A equipe de cuidados paliativos considera o binômio paciente – família / amigos. Seus entes queridos são importantes para nós. Buscamos esclarecê-los sobre o que está acontecendo, sempre de acordo com o que o paciente permitir que seja contado, e acolher os sentimentos que eles possam apresentar.
As equipes de cuidados paliativos estão cientes de que sua doença pode ter um grande impacto em seus familiares e amigos.

Valencis Curitiba Hospice - Todos os direitos reservados ©2022

This will close in 600 seconds